Resenha #272 - Pulsação - Gail McHugh - Arqueiro


Título: Pulsação
Autor (a): Gail McHugh
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580414349
Ano: 2015
Páginas: 352
Onde comprar: Amazon/ Saraiva


Livro recebido em parceria com a editora


Sinopse: Emily Cooper sempre pensou que iria se casar e viver ao lado de Dillon Parker. Porém, após conhecer Gavin Blake, toda essa certeza foi por água abaixo. Arrebatada pelo sexy empresário, ela se entregou a uma paixão avassaladora, mas que logo foi abalada por uma dolorosa revelação.
Mesmo com o fim do tórrido relacionamento, Emily percebe que está disposta a arriscar tudo para ficar com o homem que domina seus pensamentos e sonhos desde o dia em que se conheceram. Agora ela só pode se apegar à esperança de que Gavin ainda a deseje, apesar de todos os seus erros e defeitos.
Com o coração partido, Gavin se isola da sociedade e se fecha em um mundo autodestrutivo. Emily não está acostumada a ser forte, mas terá que encontrar dentro de si a coragem e a confiança necessárias para lutar por seu amor e trazer Gavin de volta.
Neste desfecho da série, os leitores ficarão ainda mais apaixonados por Emily e Gavin, envolvidos em uma jornada de perder o fôlego e acelerar a pulsação.

Quero quebrar as regras. Beijar você apaixonadamente todos os dias. Fazer você sorrir quando estiver prestes a chorar. Não quero arrependimento nenhum entre a gente. Quero que a gente ria junto até doer a barriga, até perder o fôlego. Nenhum homem nunca vai te amar como eu, Emily. Você é tudo. Minha última. Minha eterna.

Pulsação de Gail McHugh é a continuação da história de Emily, Gavin e Dillon. O segundo livro começa justamente onde o primeiro termina. Então para você entender Pulsação necessariamente terá que ter lido Tensão.

Emily sabe que ferrou com tudo. Por conta de sua indecisão e insegurança ela fez a escolha errada, e mais uma vez acabou sendo subjugada por Dillon, mas pior que ter sua autoestima e seu amor próprio destruído, Emily acabou perdendo o homem de sua vida, uma vez que a probabilidade de Gavin a perdoa-la é quase nula.

Assim que saiu do jantar de noivado Gavin entrou em um jatinho de sua companhia e sumiu. Seu destino é conhecido por apenas alguns membros de sua família, e até que Emily prove que realmente o ama, eles não estão dispostos a revelar qual foi o destino do nosso mocinho. Gavin faz o possível para aplacar a falta que sente de Emily, as noitadas, a bebida e as inúmeras mulheres que são vistas com ele, só servem para mascarar o que realmente ele sente. 

Porém, a probabilidade desses dois não se perdoarem é praticamente nula, igual à chance de Dillon os deixar viver em paz. E quando achamos que a vida de Emily e Gavin está entrando nos trilhos e que os dois irão viver o grande amor ao qual estão predestinados, eis que Dillon surge para infernizar a vida deles.

Diferente o primeiro livro, Pulsação me passou a sensação de estar assistindo uma novela mexicana, muito drama e situações que poderíamos até classificar como bizarras. Infelizmente não posso falar demais, pois acabarei soltando algum spoiler. Contudo em pleno século XXI, algumas dúvidas de Gavin são descabidas, até minha sobrinha consegue fazer uma pesquisa básica no Google e descobrir as respostas que ele procurava. 

Porém isso não tira o mérito que o personagem continua sendo o coração do livro, se no primeiro livro eu já tinha me rendido aos encantos de Gavin, o segundo só veio corroborar para que nenhum leitor ficasse na dúvida de quem realmente é o mau-caráter nessa história. As concessões que Gavin faz em nome do amor não têm tamanho, ele continua sendo sincero, amoroso, protetor, lindo e sexy. Eita homem sexy! Por Deus, salivei!

Você é tudo que eu vejo. Tudo que eu ouço. Tudo com que sonho. Eu vim para cá atrás de você. Não vou embora. Não vou a lugar nenhum. É você, Gavin. Só você.

Nesse livro Emily está mais segura de suas escolhas, a personagem evoluiu, foi gratificante acompanhar o amadurecimento da personagem. Se no primeiro livro a personagem fez com que vários leitores (inclusive eu), ficassem com o pé atrás com ela, e nutrisse sentimentos ambíguos, nesse Emily se redimiu. Não gosto de personagens fracas e ver Emily lutando pelo que queria foi bom. 

Deus! Teve uma parte desse livro que a autora quase me fez enfartar, sério Gail McHugh é malvada, o que ela fez não se faz, eu quase arremessei o livro na parede tamanho meu desespero, mas enfim, foi pura maldade da autora, graças a Deus, só quem leu vai saber o que estou falando, e quem não leu, eu lamento, mas não poderia dizer do que se trata.

A narrativa de Gail continua fluída e prende o leitor do começo ao final do livro, ela tem o poder de nos fazer ler páginas e páginas sem nem percebemos, a leitura de Pulsação é rápida, e o final é convincente. Mesmo que algumas cenas previsíveis a história em geral me agradou, poder ler mais sobre Gavin é gratificante, o amor que ele sente por Emily é fofo e ele é um dos personagens que estará na minha lista de Piriguetagem Literária de 2016.

Venha ser louca, perigosa, imprudente e inebriante comigo. Basta vir e acordar ao meu lado todas as manhãs.

32 comentários :

  1. Eu não curto muito livros com esse tema. Mas a resenha ficou boa mesmo assim.

    ResponderExcluir
  2. Patty,
    Esse lindo mora no meu coração desde Tensão. Ô homem maravilhoso! Gavin Blake, um dos meus preferidos, rsrs. Eu gostei de Pulsação, mas curti um pouquinho mais Tensão, que me deixou realmente tensa e qnd acabou o livro eu pensei: o q?? De jeito nenhum vou ficar curiosa e aí catei o Pulsação online pra ler só o início. Qnd dei por mim, já tinha lido 5 capítulos e aí parei rsrs. Sobre a autora, uma desalmada que quase me matou do coração. Eu tava lendo deitada e de repente sentei desesperada pensando: "nãooooo, pelamordedeus nãaaao!! Pq pq pq????" hahahahah aquela filha da mãe!!! Mas ela escreve super bem e eu fiquei presa nos 2 livros, curiosa o tempo todo. Curti bastante! ;)

    ResponderExcluir
  3. Oi Patty eu nunca li nada dessa escritora eu amei a sinopse e a resenha eu gosto de estorias assim com certeza vou le-lo obrigada pela dica , e Patty eu desejo a vocês do blog um natal cheio de alegria, iluminado de amor, cheio de harmonia e completo de paz. Feliz Natal!

    ResponderExcluir
  4. Já faz um tempo que eu li esse livro, e gostei bastante dele. Eu também gostei muito da narrativa da autora, e eu continuei gostando do Gavin. E também teve uma parte do livro que eu quase tive um ataque, provavelmente deve ser a mesma parte que você hahaha
    Mas eu gostei do final dele :D

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. oi flor, apesar de amar Gavin com todas as minhas forças, aturar a Emily foi quase insuportável, eita mocinha dos mimimimi!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Patty!!! Não li o primeiro livro, e não acho que vá ler, mas as minhas impressões sobre a história é que é a típico enredo erótico, e pelo que você relatou me fez lembrar um pouco os livros da Silvia Day crossfire talvez não tenha nada haver mas sei lá, me fez lembrar.
    Eu acho que essas histórias sempre tendem um pouco para o dramalhão mexicano, não que seja ruim algumas vezes são coisas bacanas, mas enfim...
    Amo surpresas mesmo que elas nos façam querer esganar a autora, sempre dá um up na história, não é mesmo????
    Um beijo!
    Feliz Natal!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Patty. Tensão não me interessou, logo Pulsação cumpriu o mesmo papel: nenhum. Confesso que não suporto a Emily e suas decisões e atitudes, mesmo sabendo que são erradas ela faz acontecer, e o resultado é muito drama desnecessário em apenas um livro. A escrita de Gail é muito boa, mas os personagens são terríveis. Não gostei!

    ResponderExcluir
  8. Não acompanhei o Tensão.
    Como não tenho conexão com os personagens a sinopse o livro não chamou minha atenção.As situações bizarras de novela mexicana citadas na resenha me desestimulam,confirmam que não é uma leitura pra mim no momento.

    ResponderExcluir
  9. Não li Tensão e por enquanto não me vejo atraída por ele para chegar a ler Pulsação. Li diversas resenhas e grande maioria foi muito positiva, como a sua.
    Nesse segundo volume, vejo que o drama se fez presente em cada página, eu gosto de drama e situações trágicas, por mais que as vezes elas me causem todo santo tipo de sentimento ruim, porém não gosto de exageros. As vezes ele chegam a me cansar.
    Os personagens parecem terem sido bem trabalhados novamente, com chance de redenção por parte de Emily, que inicialmente possuía características que poderia irritar facilmente o menos paciente dos leitores.
    Por enquanto, não me vejo querendo dar uma chance aos livros, mas adorei a resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Olá, Patty. Confesso que não entendi o sentido da trama, na verdade o destino de Emily em "ferrou com tudo", pois não sei nada sobre Tensão, mas me pareceu uma personagem insegura. Não gostei do livro por motivos de joguinho vai e volta, o casal está mal, depois está bem, surge algo para tudo ficar na pior de novo, e assim segue a vida dos protagonistas. Não curti.

    ResponderExcluir
  11. Patty, Pulsação é um dos livros que pouco me atraiu, porém gostei de ler a resenha e saber da evolução da personagem, do romance que a envolve e de a leitura ser bem fluída. Também não posso deixar de falar que fiquei muito curiosa para saber o que aconteceu para que você sentisse vontade de lançar o livro longe. O que aconteceu?! ;D

    ResponderExcluir
  12. Definitivamente, romance esta sendo minha praia kkk.
    Posso estar enganada Patty, mas quando li "Tensao" me veio algo não favorável como: esse não me chamou atenção, agora, se minha mente não me sabotou, a diferença de "Tensao" para "Pulsação" é grande, isso faz com que não saiba o que realmente sinto, acho que nesse caso, vou precisar ler a resenha do próximo, assim minha definição de vibe romântica ficara mais concreta kk.
    No começo da resenha, me veio um pouquinho de "Doce Perdao" na mente, isso me deixou meio inquieta, pois "Doce Perdao" amei e esse não sei o que definir, enfim, preciso do terceiro ou ler mais resenhas do dois para dicidir minha opinião.
    Também não gosto de personagens fracas, elas me dao preguiça kkkkk

    Bjsss

    ResponderExcluir
  13. Hello!
    Ainda nao li nenhum livro de Gail McHugh, mas sempre quis conhecer Tensão e agora tem o Pulsação. Acho as capas lindas e o melhor que elas combinam.
    Não sabia o primeiro livro era tipo uma novela mexicana com dramas bizarras, hehehe..fiquei bem curiosa pra ler essas bizzarrices.
    Bom saber que a narrativa de Gail continua fluída e prende o leitor do começo ao final do livro, coisa que eu acho importante, a gente ler e nem percebe.
    Já quero conhecer mais do Gavin e piriguetar ele tb, hahaha.
    Beijos.

    ♥ Blog Livros e Sushi ♥
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi Patty, tudo bem? Feliz Nataaaal! (post errado pra comentar isso, mas só aproveitando). Enfim, essa temática de homem-gostoso-lindo-maravilhoso no me gusta, sabe? A Arqueiro anda mandando ver nesses romances piriguéticos e eu não sei se começo por esse, já que me lembra um pouco 50 Tons. Acho que vou começar pelo Tensão mesmo e, se sobreviver, mando ver nesse - que pelo você resenhou é meio parecido. Beijooos!

    Olhei no Rodapé


    ResponderExcluir
  15. Olha, depois da resenha deste livro, estou começando a pensar em livros eróticos. O que já considero um avanço. Mas ainda achei clichê. A personagem principal, pelo que li, é uma protagonista envolvida em um triângulo amoroso (blargh) e ela está indecisa entre um e outro, o que odeio.
    Bom, vou admitir, você deixou a resenha com muito suspense (o que adoro) o que me faz querer ler mais ainda, hahaha.
    Abraços,
    Wesley

    ResponderExcluir
  16. Oi Patty!!
    Não li o primeiro livro e provavelmente não acompanharei essa série, pois além de ler seletivamente alguns romances mais adultos, estou com uma ressaca enorme de romances.
    Já estou criando as metas pro ano que vem e nem pus muitos romances então: ME DÊ DICAS!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  17. To com medo de ler esse livro e morrer do coração, hahaha.
    Li a resenha por cima para evitar spoilers, afinal não li o primeiro e como começa bem de onde o outro parou...
    Já sei que a protagonista fez besteira, haha.
    Curti o que li e fiquei interessada...
    Não conhecia os livros ainda, nem a autora...
    Ótima dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi Patty, tudo bem?

    Não sou fã de triângulo amoroso, e acho que esse é um dos principais motivos pelo qual não leria. Mas sério, pelas resenhas que eu li de "Tensão" o Dillon é horrível, e o Gavin um amor... então eu acho que não teria dúvidas de para quem torcer.

    Ah, esses autores malvados... fiquei curiosa para saber o que ela fez que não se faz. Que bom que a Emily amadureceu e está correndo atrás do que deseja... uma coisa que odeio em livros assim é protagonistas submissas.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  19. Ainda não li nada dessa autora, mas Tensão e Pulsação estão entre os meus desejados. Passo mal com essas autoras malvadas que só faltam matar a gente do coração, mas elas sabem o que fazem, né? kkkkkkkk Adoro personagens que crescem ao longo da narrativa, então acho que esse me agradaria bastante.

    ResponderExcluir
  20. Oi Patty :)
    Conheço o livro apenas pelas capas, mas nunca cheguei a pesquisar sobre o que era. Não li o primeiro, mas mesmo assim resolvi ler a sua resenha e já to odiando Dillon KKKKKKKKKK
    Não sei por que as autoras continuam insistindo em triângulos amorosos, sinceramente. E concordo com você.. parece novela mexicana hahahaha.
    Bom saber que a mocinha sabe o que ela quer nesse livro porque ninguém merece né.

    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Quando li que a resenha seria sobre o segundo volume de "Tensão" já pensei: "Grandes spoilers me aguardam!", até que não foram nada que vuesse a estragar a leitura, quando o primeiro volume foi lançado eu vi uma enxurrada de resenhas positivas a respeito do mesmo e confesso que fiquei curioso. Mas o tempo foi passando, novos livros chegando e a curiosidade acabou-se, não retornou nem com essa sua resenha :/

    De fato, a história parece boa. Mas não pra mim :)

    Abs!

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Não conhecia o livro nem seu anterior.
    Lendo sinopse e a resenha não fiquei interessada em ler.
    Mas que bom que ocorreu melhoras em relação ao primeiro livro, como a protagonista está mais forte.

    ResponderExcluir
  23. Não conhecia os livros e confesso qum não me enteressei muito pela história, parece aqueles triângulos amorosos clichês com algum ricasso no meio...

    ResponderExcluir
  24. Sua resenha está muito boa, não curto esse estilo de história, por esse motivo não me interessei muito por esse livro, quem sabe futuramente eu resolva ler o primeiro da série, e se gostar dê continuidade a leitura.

    ResponderExcluir
  25. Patty,não li a dulogia Tensão e Pulsação,mas quero muito ler e conhecer os personagens,principalmente Emily e Gavin e também o Dillon por quê não?Ela bem que mereceu não saber para onde Gavin foi.Esse Dillon parece odioso.Ainda bem que Gavin é sincero,amoroso ,protetor e sexy e Emily está mais segura das suas escolhas.Fiquei curiosa para saber qual a maldade feita pela autora.Entrou para a lista.Mil beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  26. Sou curiosa com esses livros, mas confesso que não deu muita vontade de ler quando saiu. Penso em ler, se der vontade mais tarde, porque parece ser fofo e uma leitura rápida, quente, bacana. Mas não sei quando e se vou ler mesmo =/
    Fiquei curiosa com essa parte que deu desespero, deu vontade de conferir pra saber o que era isso!

    ResponderExcluir
  27. Tenho curiosidade em ler esse livro, foi bom saber que tem que ler na ordem porque se não eu iria pegar esse livro ia ler e não ia entender quase nada, gostei da resenha e pode deixar que vou ler esses dois livros esse ano.

    ResponderExcluir
  28. Eu li Tensão e tive que tirar das profundezas muita paciência para não entrar no livro e socar a Emily. Cara, que personagem frustante ela foi! Graças a Deus que ela conseguiu amadurecer. Quero ler a continuação, mas ainda estou com um pé atrás com a Emily. Me frustou muito. Acho que essa foi a primeira resenha que falou bem da continuação, todas que eu li não gostaram muito.

    ResponderExcluir
  29. Mais um livro que eu desejo ler. Primeiro tenho que ler o Tensão e aí leio este. A verdade é que nós leitores sofremos com o tanto de livro bom p ler e o pouco dinheiro p comprar kkkk

    ResponderExcluir
  30. Oi!
    Como ainda não li o primeiro livro fiquei um pouco perdida, mas é bom saber que Pulsação foi uma boa continuação e que a protagonista evoluiu, sem contar que achei lindo o primeiro quote!
    Beijos

    ResponderExcluir
  31. Oi!
    Ainda não li o primeiro livro Tensão mas li algumas resenhas e tem algumas coisas que me incomodam nessa serie como a indecisão e insegurança da Emily, mais gostei bastante do segundo livro, quem sabe não acabo lendo a serie !!

    ResponderExcluir
  32. Eu confesso que não sou a maior fã desse gênero literário, mas os mocinhos sempre acabam me fazendo suspirar de um jeito ou de outro. Não curto muito triângulos amorosos, e muito drama não me prende, mas gostei do fato de a personagem amadurecer tanto de um volume para o outro.

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Seguidores G+

Siga-nos no Networked