Resenha #319 - O Filho da Feiticeira - Kelly Barnhill - Galera Junior

Título: O Filho da Feiticeira
Editora: Galera Junior
ISBN: 9788501105219
Ano: 2016
Páginas: 308

*Livro cedido em parceria com a editora.



Sinopse: Para leitores de fantasia, “O filho da feiticeira” traz a típica jornada do herói
De um menino desvalorizado em sua aldeia até a única esperança de todo o seu mundo, Ned já se acostumou ao seu apelido: o garoto errado. Desde que nasceram, foi sempre o irmão gêmeo, Tam, a estrela da aldeia; o mais habilidoso e querido. Quando decidem construir uma balsa para encontrar o mar, um plano que sai pela culatra, Ned se torna mais que o garoto errado: se torna o único. Agora, Ned é visto como um pária. No entanto, numa reviravolta, ele se transforma no único capaz de impedir que a magia caia nas mãos do ambicioso Rei dos Bandidos. E, para isso, arruma uma insuspeita aliada: Áine, a filha do ladrão. E eles terão de aprender a confiar um no outro se quiserem impedir uma guerra entre dois reinos há muito separados...


Em O filho da feiticeira somos apresentados a Ned que convive com um peso inimaginável; pois devido a um terrível acedente seu irmão gêmeo morreu, porém as pessoas na aldeia onde eles moram não se conformam com a morte de Tam, já que ele era considerado “o melhor dos dois meninos” e como seu pai não tinha como salvar os dois, salvou o “menos interessante” o “menos amado”. Isso é um peso imenso para Ned, pois imaginem saber que as pessoas te olham como se você fosse aquele que deveria ter morrido?! E acreditem! É exatamente isso que acontece, além de demonstrarem de todas as maneiras possíveis!

"ERA UMA VEZ DOIS IRMÃOS , TÃO PARECIDOS UM com o outro quanto você se parece com seu reflexo. Tinham os mesmos olhos, as mesmas mãos, a mesma voz, a mesma curiosidade insaciável. E, embora fosse de comum acordo que um deles era ligeiramente mais rápido, ligeiramente mais inteligente, ligeiramente mais maravilhoso que o outro, ninguém conseguia identificar quem era quem. Mesmo quando se pensava ter conseguido, em geral tratava-se de um erro."

A mãe dos meninos é uma grande feiticeira que usa seu dom para o bem e quando ela sala a Rainha da morte isso muda a vida deles para sempre, pois em dado momento sua magia já muito cobiçada acaba sendo alvo de um bandido muito cruel e só resta a Ned e sua melhor amiga protegerem a magia de sua mãe, que se encontra ausente e deixou-o como guardião de sua magia. A partir daí muitas aventuras serão vividas, muitos perigos enfrentados e várias descobertas pessoais e aprendizados!

Uma história gracinha, dessas que encantam, mesmo sem trazer nada surpreendente na trama, porém a magia, heroísmo, batalhas e amizades são um ponto alto na história e descritos de maneira bastante clara faz com que nos apaixonemos pelos personagens e com certeza encantará ainda mais os jovens, já que se trata de um livro voltado para o público infanto-juvenil. É uma boa história, bastante clássica em termos de enredo mas que não perde a graça de forma alguma devido a escrita da autora que flui de maneira muito rápida e instigante.

Um comentário :

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Seguidores G+

Siga-nos no Networked