Resenha #340 - Dez Formas de Fazer um Coração se Derreter - Sarah MacLean - Editora Arqueiro


Título: Dez formas de fazer um coração derreter
Série: Os Números do Amor #2
Autor(a): Sarah MacLean
Editora: Arqueiro
Páginas: 348
ISBN: 978-85-8041-529-2
Ano: 2016

*Livro cedido em parceria com a editora.

Isabel Townsend não é exatamente o que se espera da filha de um conde. Apesar de ter a pele delicada e de saber se portar como uma dama quando necessário, a jovem também monta a cavalo, conserta telhados, administra a propriedade e cria o irmão caçula desde que a mãe faleceu – tudo isso sem despertar a menor suspeita de que não há um homem sequer para cuidar de sua família.
Para o pai dela, que só queria se divertir e gastar dinheiro em jogatinas, pouco importava o que ela fizesse. Porém, quando ele morre, Isabel se vê sem recursos e precisa defender os direitos do irmão, ameaçados pela chegada iminente de um tutor. Assim, não lhe resta saída senão vender sua coleção de estátuas de mármore, o único bem que herdou.
Para sorte sua, um especialista em antiguidades acaba de chegar ao condado. Inteligente e sensual, lorde Nicholas St. John é um solteiro convicto que deixou Londres para se livrar das jovens que passaram a persegui-lo desde que foi eleito um dos melhores partidos da cidade.
Em poucos dias, fica claro para Nick que Isabel é a mulher mais obstinada e misteriosa – além da mais interessante – que já cruzou seu caminho. Ao mesmo tempo, ao conhecê-lo melhor, a independente Isabel percebe que há homens em que vale a pena confiar. Enquanto eles põem de lado suas antigas convicções, seus corações se abrem para dar uma chance ao amor.



Coraçõezinhos flutuam acima da minha cabeça toda vez que termino um Romance de Época <3.
Muito amor por esse gênero!

Nesse segundo volume de Os Números do Amor, o irmão da vez é o Nick (para os íntimos).

Isabel Townsend não é uma filha de Conde como as outras. Ela conserta telhados, usa calças, cuida das finanças e dirige uma casa. Embora tenha a pele delicada, lindos cabelos castanho-avermelhados e saiba se portar como uma dama quando necessário, ela está de longe de ser realmente uma dama.

Eis que um dia ela cruza com Nicholas St. John, o irmão do marques de Ralston e ela vê isso como um sinal de que suas maravilhosas esculturas gregas e romanas realmente devem ser vendidas, a fim de tentar reerguer a situação financeira de sua família, que foi abalada por seu perdulário e irresponsável pai.

Nicholas, por outro lado, deixou a alta sociedade de Londres, para fugir as moças afetadas que estão correndo atrás dele graças a um artigo numa revista Londrina.

Em pouco tempo, fica bastante claro para Nick que Isabel é muito mais do que aparenta ser e que ela esconde alguma coisa dentro dos muros de Townsend Park, um segredo que ele quer muito descrobrir o que é.

Logo ambos se veem seduzidos um pelo outro, uma atração irresistível paira sobre ambos, mas será que duas pessoas que não acreditam no amor podem dar certo?

Ah, gente, o que dizer desse livro? Fofo, divertido, romântico, tudo de uma só vez.

Adoro livros de época com mocinhas bravas, independentes e obstinadas. E sim, eu sei, a maioria dos romances de época são assim, mas essa série da Sarah MacLean, traz umas protagonistas bastante diferentes do que já vi.

Isabel é aquele tipo de protagonista que não deixa nada para depois, que põe a mão na massa, literalmente, e faz o que for preciso para proteger aqueles que ama. Determinada, segura de si e bastante corajosa, ela comanda a família com uma bravura e determinação admiráveis, o que, é claro, chama a atenção do nosso herói.

Nick, por sua vez, é o gêmeo fofo que todas as mulheres querem.Inteligente, divertido e muito sensual, Nick vê em Isabel uma mulher totalmente diferente das que ele está acostumado a ver e isso chama sua atenção a principio, até ele descobrir os segredos que ela esconde, a partir daí, é ladeira abaixo e vemos nosso fofo Nicholas se apaixonar perdidamente.

A história é bem construída e traz um leve drama a respeito da situação das mulheres naquele século. Sabemos que no século XIX, a mulher não tinha papel nenhum a não ser de esposa e mãe, mas Sarah traz pra gente, o lado das mulheres que não aguentam viver sob os escrutínios e abusos da sociedade e tentam um caminho alternativo. Gosto de pensar que algumas mulheres antigamente encontraram soluções para seus problemas um tanto sério, como foi abordado nesse livro, o que só prova que mulher não é nem de longe o sexo frágil com o qual foi "pintado", nem mesmo durante o século XIX.

Ficou curioso, né? Então leia o livro, vai se divertir, se apaixonar e pedir por mais.

Ansiosíssima para o próximo volume, Onze Leis a Cumprir na Hora de Seduzir, que traz como protagonista a nossa divertida Juliana.

2 comentários :

  1. Awwwwwww, estou completamente in love com este sonho de Blog! E essa resenha, muito show! Tinha um pouco de perconsceito, admito, por romances da linha Like_FiftyShadesWas kk Sempre um sedutor rico, sempre uma mocinha.. Mas, gostei da forma diferente desta obra e dos comentários da Beta Santos, sua linda!!

    Com certeza passarei mais vezes por aqui.. Mas, olha.. Quero uma visitinha tbm tá?

    http://bellapagina.blogspot.com.br/2016/10/o-decimo-beijo-segundo-capitulo.html

    Beijokas seus lindos XD Sucesso!!

    ResponderExcluir
  2. Gente,amei essa resenha,quero muito esse livro,amo de paixão romance de época.

    ResponderExcluir

Comente, ficarei muito feliz em saber sua opinião!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores

Seguidores G+

Siga-nos no Networked